Home  |  Quem Somos  |  Missão/Visão Lojas Associadas  |  Ofertas |  Notícias  |  Vídeos  |  CDVIP  |  Contato
Login:
Senha:

Lazer em prédios é aposta para agradar moradores
Empreendimentos imobiliários têm ido além na hora de oferecer a seus moradores possibilidades em áreas de lazer. Há mais quantidade e divers... Leia mais.

Silicone é usado em quase todas as etapas da construção civil
Utilizado em quase todos os produtos e etapas da cadeia de construção civil por ser resistente à água, às intempéries e a variações de tempe... Leia mais.

Sinapi tem crescimento de 0,26% em abril, diz IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou recentemente que o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou ... Leia mais.






Abrainc-Fipe: resultados do 4º trimestre de 2017 confirmam recuperação dos lançamentos e vendas de imóveis residenciais


A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgaram o Radar Abrainc-Fipe, que mostra que as condições de mercado da construção civil ficaram com nota média de 4,4 no último trimestre de 2017. O número é 0,1 ponto percentual maior em relação ao trimestre anterior, e configura um avanço de 1,7 ponto à frente da nota geral de 2016. Além de um avanço de 0,9 ponto em comparação com 2015.

As entidades ainda destacaram os sinais de recuperação em alguns indicadores, como no ambiente macro (via aumento da confiança e do nível de atividade econômica) e crédito imobiliário (via queda da taxa de juros). Por outro lado, os níveis de renda e emprego da população brasileira e a oferta de crédito imobiliário em volume e taxas mais favoráveis ainda dificultam a retomada do setor, segundo a pesquisa.

No 4º trimestre de 2017 os resultados indicaram crescimento expressivo dos lançamentos (+29,7%) e vendas (+15,3%) de imóveis novos na comparação com o último trimestre do ano anterior. Com esses resultados, é possível confirmar a trajetória positiva da incorporação imobiliária em 2017, período em que se observou um aumento de 18,2% das unidades lançadas e de 6,1% no total de unidades vendidas, ambos na comparação com os volumes obtidos pela incorporação em 2016.

Apesar das vendas de 2017 terem sido boas, ainda ficaram abaixo dos números de 2015 e 2014. Os lançamentos no ano passado, por sua vez, superaram o total registrado nos dois anos citados.

Por segmento, em 2017 os imóveis residenciais de médio e alto padrão tiveram resultados positivos em relação aos lançamentos (alta de 12,5%) e negativos quanto às comercializações (-10,6%) na comparação com o ano anterior. Já as unidades do Minha Casa Minha Vida registraram aumento tanto no volume de lançamentos (+23,2%) quanto nas vendas (+28,1%) no mesmo período.